Coluna Analógica

As melhores analogias Geek-Cristãs

Entrevistas

Papo com personalidades do meio cristão e do meio nerd

Cartoons Ronan Pedrosa

Os quadrinhos exclusivos do blog Gospel e Nerd

Matérias Curiosas

Singularidades da cultura pop!

Galeria Nerd

Ilustrações memoráveis de artistas épicos

Anuncie aqui

Saiba as vantagens de anunciar sua empresa, loja ou site aqui!

Programa Cancela #8 - The Big Bang Theory


Segunda Temporada do Programa Cancela! Vinícius Miranda é o protagonista desta saga e sempre nos traz um prisma diversificado sobre a cultura pop em geral, e através disso, demonstrar nossos valores morais e cristãos!
O novo episódio faz menção de uma série que eu tenho certeza que você ama!


Se inscreva no canal!

Porque amamos Batman Vs Superman

Por Ronan Pedrosa

Muito da avaliação que todos nós fazemos à um obra cinematográfica é influenciada pela expectativa que criamos antes de assisti-la. Se a expectativa for diferente daquilo que foi apresentado no filme, é bem provável que a pessoa vai achar ter sido melhor ver o filme do Pelé.

O objetivo desse artigo não é fazer uma crítica técnica, nem de convencer o leitor de que o filme foi bom, apenas apresentar alguns pontos que achamos excelentes. Afinal, haters gonna hate não importa o que se fale.

Que seria um filme recheado de referências nas HQ's da DC comics todos já perceberam pelo trailer, mas achar que a obra só seria baseada no clássico "O Cavaleiro das Trevas" de Frank Miller é ignorar a forma em que as adaptações para o cinema são feitas. 


A própria trilogia do Nolan, em seu primeiro filme, é uma mistura de algumas obras como "Ano Um" de Frank Miller e "O Longo dia das Bruxas" de Jeph Loeb, dentre outras.

Listamos aqui algumas outras novels em que as referências puderam ser observadas no filme (Contém Spoilers):

Parábola do cego


Melhor episódio da primeira temporada!

TeoloGeeks #18


Os teólogos geeks, Marcos Botelho e Victor Fontana, vão fazer uma provocação para um debate nesse vídeo: É Possível Ser Cristão e Ser de Direita? 
Essa pergunta ouvimos constantemente com a esquerda, e com a direita, é possível? Devemos votar em qualquer um da direita para evitar a esquerda? Quando a admiração a um politico começa a ser idolatria? Essas e outras perguntas eles vão debater nesse vídeo. 


Comente também no canal Marcos Botelho!

9 curiosidades incríveis sobre Deadpool

Você sabe quem é Deadpool e de onde ele vem?
Deadpool é um personagem dos quadrinhos da editora Marvel criado por Rob Liefeld e Fabian Nicieza nos anos 90, tendo sua estreia em fevereiro de 1991 na revista “Novos Mutantes” número 98. Este ano ele entra para a lista de heróis que têm histórias adaptadas para as telonas: o filme do anti-herói estreia dia 11 de fevereiro e está gerando grande expectativa nos fãs.
Apesar disso, muitas pessoas não conhecem Deadpool, sobretudo aquelas que não acompanham os quadrinhos. Então, vamos conhecer um pouquinho sobre ele.
O personagem diz se chamar Wade Wilson, mas nem ele próprio tem certeza disso. Deadpool tem uma história bem trágica, sendo diagnosticado ainda muito novo com um tipo de câncer contra o qual não era possível fazer nenhum tratamento para obter uma cura. Diante dessa situação, Wade aceitou participar de um projeto que tinha o objetivo de criar “máquinas de guerras”: o projeto Arma X.
A organização que realiza esse projeto é a mesma que fez experiências com Wolverine. Aproveitando o desespero de Wade, implantaram nele o “Fator de Cura” – a partir dos genes de Wolverine. Todavia, a experiência não foi tão bem-sucedida. O corpo de Wade apresentou duas reações: o Fator de Cura do Wilson cresceu muito além do esperado, mas o organismo dele rejeitou os procedimentos realizados, deixando-o com a pele deformada.
Apesar de ter sido curado do câncer, Wade fica enfurecido com o que aconteceu com a sua pele e decide fugir do laboratório, jurando matar aqueles que fizeram isso com ele. E assim, Wade Wilson torna-se Deadpool, um mercenário impiedoso, bem-humorado e completamente louco.
Se você ficou curioso para saber mais sobre Deadpool, confira este infográfico com nove curiosidades sobre o personagem!

X-Men: Apocalipse insinua que Jesus teria sido um mutante

por Fernando Henriques
O novo filme da popular franquia X-Men, produzida pela FOX, apresentará um antigo antagonista do grupo de mutantes nos quadrinhos: Apocalipse.
Dirigido por Bryan Singer, “X-Men: Apocalipse” promete causar polêmica ao envolver religião na história. Pelo que pudemos ver no trailer, a obra irá além dos quadrinhos ao referenciar Apocalipse não só como o mutante mais antigo do mundo, que já foi adorado como um deus no Egito antigo.
Um dos momentos marcantes do vídeo que tem por interesse nos mover até as salas de cinema é quando Apocalipse declara já ter sido chamado por muitos nomes: “Já fui chamado de várias coisas em muitas vidas. Rha, Krishna, Jeová…”
O cristianismo já é referencial importante e inerente ao perfil do vilão Apocalipse, desde sua criação nas revistinhas da Marvel. Seu nome e o fato de usar quatro cavaleiros, chamados “Cavaleiros do Apocalipse”, são referências óbvias e até inofensivas.
Mas o filme vai além ao insinuar que Jesus — ou imagem que o povo de Israel tinha de Deus — teria sido Apocalipse, ou seja, um mutante. E que o processo de inspiração é inverso. Apocalipse seria tão antigo que não se inspirou na Bíblia; são as Sagradas Escrituras que se inspiraram nele.
“Ele tirou isso da Bíblia”, diz um dos X-Men, ao passo que uma pesquisadora responde: “Ou a Bíblia tirou dele.”
O rico trailer expõe ainda que no universo da obra cinematográfica, existem sociedades secretas que veem os mutantes como uma “Segunda Vinda” (?) e um sinal de Deus.
A guinada religiosa do filme é evidente, e ultrapassa em peso as referências mais brandas que a história original nos quadrinhos faz. Claro, pode ser apenas “sensacionalismo” de trailer, mas para confirmar precisaremos aguardar a estreia do filme.
Assistam aos trailers:


Eu profetizo!

Profetadas do Mentirinhas!

Acabe

E não é que o Vestigia não redesenhou mesmo nossa antiga tirinha de meme!!!

TeoloGeeks #17

Os teólogos geeks, Marcos Botelho e Victor Fontana, nesse episodio vão brincar de crossover, entre um personagem do mundo geek, o legendário Marco Polo e o grande apostolo Paulo de Tarso. Nessa brincadeira você vai conhecer vários detalhes desses dois caras incríveis. Quem vai ganhar essa batalha?


Não se esqueça de se inscrever no canal!

Demolidor e referências cristãs

Os posteres da nova temporada de Demolidor, produzida pela Netflix, vieram lotados de referências ao Catolicismo, religião do personagem central. Saca só:


* "São Sebastião" de Peter Rubens (Demolidor)
* "Davi com a cabeça de Golias" de Caravaggio (Justiceiro)
* "São Jerônimo escrevendo" de Caravaggio (Karen Page)

Guerra dos Templos

O inverno (ou inferno, como preferir) está chegando...

Raj falando sobre ciência e Deus


Seria um bom motivo para acreditar? hahahahahahaha

Reino dividido


Post feito com artigos da coleção pessoal do autor do blog!

A glória da segunda casa...


Outra forma interessante de visualizar Ageu 2:9!

Evangelho segundo as séries


"Once upon a time", homens "The Walking Dead", "Lost" em seus delitos e pecados por conta da "The Fall" no paraíso.... E “Breaking Bad", todos foram considerados inimigos de Deus, piores que assassinos. E agora, “How to get away with a murderer?”

Por “Love”, Ele desceu como "The Flash" e de uma forma "Supernatural", veio patrocinar nossa "Prision Break" do pecado.

Com o foco de uma "Arrow", foi obediente até a morte. Resistiu as "Pretty Little Liars" de "Lucifer" e não caiu em seu "Game of Thrones".

Ele nos livrou de nossas "Criminal Minds" e nos devolveu para "Homeland" do Seu "Reign".

Agora, estando Nele, somos "The Originals". Fomos revestidos da Sua armadura, sem "Blindspot" e com poder "Limitless". Por isso não precisamos mais "Better Call Saul", deixe ele com sua armadura. Nossa confiança reside Naquele que nos sonda e nos conhece melhor do que a "Grey's Anatomy".

Obrigado Senhor, Sua morte nos trouxe "Law & Order".


Éramos Seus inimigos e estávamos em Sua "The Blacklist", mas agora somos chamados de "Friends". 

Texto enviado pelo leitor Bruno Jardim